Sábado, 15 de dezembro de 2018
86 98165 4965
CAMPO MAIOR

05/12/2018 ás 22h23

126

MARCELO BARROS

COCAL DE TELHA / PI

PAULO MARTINS FICARÁ INELEGÍVEL SE NÃO PRESTAR CONTAS DOS GASTOS REALIZADOS NO AÇUDE DE CAMPO MAIOR EM 2016
Ex-prefeito de Campo Maior
PAULO MARTINS FICARÁ INELEGÍVEL SE NÃO PRESTAR CONTAS DOS GASTOS REALIZADOS NO AÇUDE DE CAMPO MAIOR EM 2016

A primeira câmara do Tribunal de Contas do Estado do Piauí, aprovou por unanimidade o apensamento da denúncia do vereador Daniel Soares acerca da não prestação de informações, valores, materiais e demais serviços em relação à “obra” do açude grande de Campo Maior no ano de 2016. Na prática, o ex-prefeito Paulo Martins terá de se explicar, de um jeito ou de outro.


O parlamentar protocolou denúncia no tribunal após ser desrespeitado pela prefeitura de Campo Maior, que simplesmente nada fez em face de requerimento, primeiro apresentado pelo vereador de oposição Sena Rosa (PSD) e depois pelo próprio Daniel Soares (PSB), em relação aos gastos realizados com a “obra” do açude de Campo Maior. Ambos os requerimentos, foram aprovados por unanimidade e encaminhados à prefeitura e ao Ministério Público.


Após tramitar no tribunal e ser analisado pela corte, a primeira câmara acolheu o pedido, e agora, quando as contas de Paulo Martins em relação a 2016 forem julgadas, terá de apresentar todo cronograma de gastos no açude, uma vez que, será considerado como gasto ocorrido no ano, segundo entendimento do tribunal, após a denúncia de Soares. Caso não justifique, Paulo Martins poderá ficar inelegível, por não justificar para onde foi o dinheiro público empregado na “revitalização” do açude de Campo Maior.


“Ficamos felizes pelo acolhimento da denúncia pelo tribunal de contas, mas muito triste pelo descaso que a prefeitura faz em relação ao poder legislativo. Foram 02 requerimentos aprovados por unanimidade, e nenhuma resposta chegou até nós. Mas o TCE está mostrando que tem responsabilidade e irá buscar esses esclarecimentos. O povo de Campo Maior tem o direito de saber a fonte desses recursos, como foram gastos, quem executou a obra e qual o verdadeiro objetivo naquele momento. Iremos até onde a lei permitir para buscar as informações”, comentou o vereador.


 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
TERRITÓRIO DOS CARNAUBAIS

TERRITÓRIO DOS CARNAUBAIS

Blog/coluna Principais informações sobre os municípios do Território dos Carnaubais
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium